Está aqui

A Nossa História

A Legião da Boa Vontade teve início, no Brasil, no  programa radiofónico Hora da Boa Vontade, lançado pelo radialista e poeta Alziro Zarur, em 4 de março de 1949, na Rádio Globo do Rio de Janeiro, com o lema: "Por um Brasil Melhor e uma Humanidade mais feliz". A partir deste programa que transmitia palavras de conforto aos carentes do corpo e da Alma, Zarur, há sessenta e sete anos, deu início à LBV, que veio a ser oficializada no dia 1 de janeiro de 1950 (dia da Paz e da Confraternização Mundial).  

Em Portugal, tudo começou com um grupo de portugueses que ao tomar conhecimento do trabalho desenvolvido pela Legião da Boa Vontade, no Brasil, lançou um repto ao Presidente da LBV, José de Paiva Netto, manifestando o desejo de que a Instituição atravessasse  as fronteiras do seu país de origem para além mar. Atendendo a esse desafio, Paiva Netto deu início à ação da Legião da Boa Vontade em terras lusitanas, há vinte e oito anos, em 2 de março de 1989.

Os primeiros passos foram dados no Porto, com a Ronda da Caridade, um programa pioneiro no País, a percorrer as ruas, pelas madrugadas, no apoio aos sem-abrigo, expandindo-se, mais tarde, a Lisboa. E "Um Passo em Frente", de apoio à família de baixos recursos económicos. Logo a seguir à iniciativa da Ronda da Caridade, surge o Programa Semente da Boa Vontade, vocacionado para a criança e o adolescente, em regime de atividades de tempos livres - ATL. Posteriormente esse trabalho veio a ser complementado com a ação do Programa Juventude Ecuménica da Boa Vontade, que promove a formação do Cidadão Ecuménico e o voluntariado jovem.

Em 1999 com o propósito de contributo na informação e promoção de saúde, foi iniciado o projeto para a implementação do Programa Sorriso Feliz. Com esse objetivo começa no Porto, a ação de um Programa de Agentes Comunitários de Saúde Oral - PROASO, a atuar no terreno, em estabelecimentos de ensino, em comunidades e em associações com regime de ATL, tendo como meta promover a adoção da cultura da Rotina Diária de Saúde Oral, como forma eficaz de prevenção de saúde. Para a expansão do Programa Sorriso Feliz, inicia-se em seguida a busca de parceria por meio da ação de uma Unidade Móvel. Naquela altura, depois de uma longa jornada de luta, a Instituição recebeu um antigo autocarro doado pela CARRIS de Lisboa. Sem perda de tempo, a Legião da Boa Vontade equipou o veículo com um consultório de estomatologia, dando início, em2001, à ação do "Autocarro da Saúde Oral" (a primeira Unidade Móvel, da LBV) que percorria a área metropolitana de Lisboa. Posteriormente o nosso autocarro veio a ser substituído pela atual Unidade Móvel de Saúde Oral, na Capital do País. O trabalho cresce e em 2009, com o apoio da Fundação edp, foi adquirida a segunda Unidade Móvel de Saúde Oral e desta vez, na cidade do Porto, o PROASO passa a contar também com este importante recurso, no " Sorriso Feliz". Avançando ainda mais, com o apoio da Siemens, da Fundação Manuel António da Mota e da Fundação Ageas, foi adquirida a terceira Unidade Móvel de Saúde Oral, que proporcionou à LBV, expandir este serviço de atendimento também a Coimbra.

Em novembro de 2004, no Porto e em Lisboa, e mais tarde em Coimbra, foi implementado o Programa Viva Mais!, com foco na promoção de qualidade de vida ativa na terceira idade.

O Programa Cidadão Bebé, foi criado no Brasil há mais de duas décadas e  teve início em 2008, com o objetivo de auxiliar a grávida com orientação e apoio alimentar e ao bebé, com a oferta de enxoval e, de acordo com a disponibilidade, com berços, carrinhos e outros acessórios e equipamentos.

A cerrarem fileiras em todo o País, foram aparecendo as parcerias que, na Legião da Boa Vontade, estendem-se desde a pessoa singular do cidadão português que colabora para a manutenção do nosso trabalho, até às entidades de todos os segmentos da sociedade, com as quais a nossa Organização se relaciona, recebendo ou oferecendo apoio, no cumprimento da sua missão.

Grande parte do nosso trabalho é desenvolvida, em todos os programas socioeducativos do Centro Social da LBV, por intermédio da ação de voluntariado, na logística de recolha e distribuição de alimentos e demais campanhas de donativos, entre outras atividades, incluindo a interação com o meio empresarial, meios de comunicação social ou autoridades governamentais.

Agradecemos, em nome do  Presidente da LBV e de todos os beneficiários dos nossos serviços, a todos os nossos colaboradores que fazem parte da nossa História, tornando possíveis as nossas realizações.

Muito obrigado. Bem hajam!