Está aqui

LBV na ONU

UN Photo/Mark Garten

Sede da Organização das Nações Unidas (ONU) em Nova York, EUA.

A Legião da Boa Vontade é parceira das Nações Unidas desde 1994, quando se associou ao então Departamento de Informação Pública (DPI), atual Departamento de Comunicação Global (DCG). Em 1999, conquistou o status consultivo geral no Conselho Económico e Social (Ecosoc), tendo sido a primeira organização da sociedade civil brasileira a obter grau máximo nos processos intergovernamentais da ONU. Com isso, participa de conferências e compartilha propostas para a agenda internacional de desenvolvimento, contribuindo na implementação de políticas públicas em todos os países-membros da ONU.

Em 2004, a LBV foi cofundadora do Comité de ONGs sobre Espiritualidade, Valores e Interesses Globais nas Nações Unidas em Nova York.

As Nações Unidas e a sociedade civil

“As organizações não governamentais (ONGs) têm participado ativamente nas Nações Unidas (ONU) desde a criação da Organização, em 1945. Trabalham com o Secretariado da ONU e com os seus programas, fundos e organismos de várias maneiras, inclusive em colaboração com os Estados membros. As ONGs contribuem para diversas atividades, incluindo a difusão de informação, a sensibilização, a educação para o desenvolvimento, a promoção de políticas, projetos operacionais conjuntos, a participação em processos intergovernamentais, a prestação de serviços e a disponibilização de conhecimentos técnicos especializados.”

- Trecho extraído da publicação da ONU “Trabalhar com o Ecosoc: um Guia sobre o Status Consultivo destinado às ONGs”, com a qual a LBV colaborou na versão para o português.

Atuação da LBV

Para desenvolver programas e projetos nas áreas da Educação, do desenvolvimento social, económico e sustentável, da saúde e da comunicação social, a Legião da Boa Vontade (LBV) estabelece parceria com agentes dos principais setores da sociedade (poder público, empresas que têm responsabilidade socioambiental, organismos internacionais, escolas, associações comunitárias e outras organizações do Terceiro Setor). Em comum, os participantes desse tipo de iniciativa têm espírito de cooperação e compromisso de Solidariedade pelo bem-estar do próximo.

Com sua experiência de mais de seis décadas em diversas áreas da sociedade, a LBV tem apresentado e fraternalmente advogado suas causas a fim de contribuir com a implementação de políticas públicas internacionais. Em 2000, passou a integrar a Conferência das ONGs com Relações Consultivas para as Nações Unidas (Congo), com sede em Viena, na Áustria.